Diabetes: Causas, Sintomas e Tratamentos



Veja nesse post mais sobre a diabetes e tudo que envolve esse assunto…

Diabetes… Doença perigosa, resultante dos altos níveis de açúcar no sangue… Venha saber mais sobre o assunto…

Veja também: Intolerância a Lactose, Saiba Mais
Veja também: Cuide do Hipotireoidismo Naturalmente
Veja também: Osteoporose: Saiba mais sobre o Assunto

Diabetes

DIABETES: CAUSAS, SINTOMAS E TRATAMENTOS

Se trata de uma síndrome metabólica, de origem múltipla, decorrente da falta ou incapacidade da insulina de exercer corretamente seus efeitos, causando assim o aumento de açúcar no sangue.

Tudo acontece porque o pâncreas, não produz insulina suficiente para suprir as necessidades do organismo. A insulina promove a redução da glicemia, permitindo que o açúcar no sangue penetre nas células para ser usado como fonte de energia. Então na falta da insulina, a glicose no sangue fica elevada.

[adinserter block=”2″]

Quais são os tipos????

PRÉ-DIABETES: Ocorre  quando a pessoa tem o potencial para desenvolver a doença. É o intermédio entre saudável e diabete tipo 2.

TIPO 1: Devido a um defeito no sistema imunológico, que faz com que os anticorpos ataquem as células que produzem o hormônio, e como resultado disso o pâncreas perde a sua capacidade de produção de insulina. E tem como sintomas:

  • Sede
  • Fraqueza
  • Fome excessiva
  • Emagrecimento
  • Diurese
  • Cansaço
  • Fadiga

 

Os portadores desse tipo precisam de injeções diárias de insulina, pois não podem produzi-la.

TIPO 2: Ao contrário das pessoas com o tipo 1, as pessoas que sofrem com esse tipo , produzem insulina ou não produzem o suficiente, entretanto o corpo cria uma resistência, não respondendo da forma como deveria. Os sintomas mais comuns são:

  • Sede constante
  • Fome frequente
  • Vontade de urinar várias vezes
  • Visão embaçada
  • Feridas que demoram para cicatrizar
  • Infecções frequentes
  • Formigamento nos pés

O tratamento é feito de forma á baixar os níveis de glicose no sangue e cuidar para que a pessoa não tenha nenhum tipo de complicação. Os principais cuidados são: Exercícios físicos, controle da dieta, verificar glicemia, diminuição do consumo de bebidas alcoólicas, controle o estresse, abandone o cigarro.

GESTACIONAL: Podendo ou não persistir após o parto, se trata da resistência a ação da insulina na gestação, aumentando os níveis de glicose no sangue, diagnosticado pela primeira vez na gestação, que geralmente pode ser diagnosticada no terceiro trimestre da gravidez. No término da gestação a paciente deve ser acompanhada. E se há casos ou históricos familiares não espere o terceiro trimestre, o quanto antes descoberta, melhor. Alguns fatores de risco:

  • Síndrome de ovário policistico
  • Sobrepeso ou obesidade
  • Idade avançada
  • Hipertensão arterial na gestação
  • Gestação múltipla
  • Ganho de peso excessivo durante a gestação
  • Casos na família, com parentes de 1° grau

Se você gostou ou tem alguma sugestão deixe seu comentário la em baixo, é super importante para nós!!!
Compartilhe essa matéria em seu Facebook e curta nossa pagina Dicas do Dia a Dia.